sábado, 21 de novembro de 2009

Uma Prece dos Índios




Grande Espírito, já que procurei entender

a voz do vento

e o sopro que me criou, escuta- me.

“Eu venho a Ti como um dos teus numerosos filhos.

Sou falível e pequeno:

Preciso de Tua sabedoria e Tua força.

Deixa-me andar na Tua Beleza

e faz com que minhas mãos

respeitem as coisas que criastes

e que meus ouvidos

consigam entender Tua voz.

Faz-me sábio, de modo que eu possa absorver

o que ensinastes a meu povo

e aprender as lições

que escondestes em cada folha

e em cada rochedo.

Eu Te peço força e sabedoria

para não ser superior a meus irmãos,

mas para que possa vencer

o maior inimigo que tenho:

Eu mesmo.

Faça-me estar sempre pronto

para ir a Ti com as mãos limpas

e olhar-te direto nos olhos,

para quando a vida terminar,

assim como o dia termina com o crepúsculo,

meu espírito possa ir ao Teu encontro

sem pecado.

5 comentários:

  1. Boa noite, Cris, hoje fiz várias visitas ao seu lindo mundo! Você é linda! bjs

    ResponderExcluir
  2. Bela prece!
    Grande sabedoria!
    Beijo!

    ResponderExcluir
  3. prece de grande sabedoria.
    todos nós gostaríamos de retornar a casa espiritual sem "pecados" ou seja, sem novos débitos...
    beijo

    ResponderExcluir
  4. Obrigada Cris, pela sua presença no meu cantinho. Já estou levando o selinho. Agradeço por esta prece. Faz um bem enorme, quando estamos precisando. Beijos

    ResponderExcluir

Obrigada pela sua visita.